Balanço da gestão de Paulo Câmara à frente da Câmara Municipal

Nos últimos quatro anos, o vereador Paulo Câmara esteve à frente da presidência da Câmara Municipal de Salvador. Em sua gestão, a Casa Legislativa soteropolitana teve grandes avanços, se modernizou e aperfeiçoou mecanismos de transparência, o principal pilar da sua administração. “Quando assumi a presidência da Câmara, havia um sentimento grande de descrédito com a gestão pública. Fico satisfeito quando as pessoas me falam que conseguimos elevar o nome desta Casa, que hoje é considerada a terceira mais transparente de todo o país”, destacou Paulo Câmara.

Confira os principais avanços da gestão de Paulo Câmara, de 2013 a 2016:

Maior devolução
Com uma gestão moderna e eficiente, Paulo Câmara devolveu mais de R$ 25 milhões à Prefeitura Municipal, a maior devolução da história da Casa. Também cumpriu rigorosamente suas obrigações financeiras, sempre em dia com os pagamentos dos servidores e fornecedores.

Aprovação das contas
O Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) aprovou todas as contas da gestão de Paulo Câmara referentes aos exercícios de 2013, 2014 e 2015. Este resultado demonstra todo o cuidado com o dinheiro público do Legislativo municipal.

Pregões eletrônicos
Com a implantação dos pregões eletrônicos, nos quatro anos de administração a Câmara economizou R$ 19,5 milhões. Esta medida deu maior transparência ao processo, aumentando a competitividade entre os participantes.

Transparência
No quesito Transparência, a Câmara aperfeiçoou o layout e o conteúdo do Portal (www.cms.ba.gov.br), atualizando diariamente informações administrativas, orçamentárias, financeiras e legislativas da Casa, atualmente considerada a 3ª Câmara mais transparente do Brasil, de acordo com o Ranking Nacional da Transparência, coordenado pelo Ministério Público Federal (ENCCLA-2016).

TV Câmara em sinal aberto
Em sua gestão, a divulgação externa da Câmara foi ampliada através da implementação da TV Câmara em canal aberto e sinal digital pelo 61.4.

Plano de Cargos e Vencimentos
Uma reivindicação antiga dos servidores da Câmara, o Plano de Cargos e Vencimentos foi apresentado ao Ministério Público da Bahia e está pronto para ser votado em plenário.

Revisão dos contratos
Na sua gestão, foram renegociados todos os contratos existentes e feita a rescisão dos que não estavam atendendo satisfatoriamente às demandas, o que gerou uma economia anual de R$ 3,8 milhões.

Desempenho do Legislativo
Neste ano de 2016, a Câmara aprovou 880 projetos, entre projetos de lei, de indicação, emenda à Lei Orgânica do Município e requerimentos, sendo que todos de autoria do Executivo receberam emendas dos vereadores. Entre os projetos, destaque para o que instituiu o voto aberto no legislativo, de autoria de Paulo Câmara, e para a aprovação do Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano (PDDU) e a Lei de Ordenamento do Uso e Ocupação do Solo (LOUOS), que tiveram amplo processo de participação popular, com a realização de audiências públicas e oficinas temáticas.

Artigo Correio* – Ampliação do voto aberto na Câmara Municipal

Artigo Correio - Voto Aberto

Rádio Metrópole – Entrevista com José Eduardo

TV Record – Paulo Câmara dá entrevista a Jéssica Senra

TV Câmara Salvador já está no ar

Foto: Reginaldo Ipê
Foto: Reginaldo Ipê

Já está no ar a TV Câmara Salvador, transmitindo em sinal aberto digital pelo canal 61.4, de qualquer televisão e gratuitamente. Desde o último dia 2 funcionando em caráter experimental, a TV Câmara Salvador vai permitir o acompanhamento pela população dos trabalhos dos vereadores de forma transparente e democrática, marcando mais uma conquista da atual gestão da Casa Legislativa.

De acordo com o presidente da Câmara Municipal de Salvador, vereador Paulo Câmara, a transmissão da TV Câmara Salvador em sinal aberto e digital representa mais uma ferramenta de comunicação voltada para a transparência e democratização da informação. “É um momento histórico para esta Casa, pois vai possibilitar que a população de Salvador e das cidades da Região Metropolitana acompanhem as atividades da Câmara de Salvador”, disse. Os conteúdos jornalísticos, culturais, educativos e institucionais são prioridades da programação.

De acordo com Beto Fagundes, diretor administrativo da Câmara, apesar de ser analógico, quando passa pelo transmissor, fica com imagem melhor que na TV a cabo. Ao deixar de ter sinal fechado, a TV Câmara passa a ser normatizada pela Anatel, obrigando os gestores da TV a prestar contas das atividades e dos conteúdos. “É uma nova responsabilidade agora, pois estamos saindo de 80 mil para mais de três milhões de telespectadores”, salientou.

Os equipamentos foram adquiridos pela Câmara dos Deputados, conforme acordo de cooperação técnica oficializado em Brasília, em fevereiro de 2013, pelo presidente da Câmara de Salvador, Paulo Câmara. A TV Câmara Salvador vem reforçar a Rede Legislativa de TV Digital, projeto da Câmara dos Deputados criado em 2006, para garantir a expansão do sinal da TV Câmara com menor custo. A TV Câmara Salvador também pode ser assistida pelo canal 10 da SIMTV e, na internet, no portal da Câmara

Jornal A TARDE – Esta é a Salvador que estamos construindo

19.05_Artigo Paulo Câmara_Jornal A TARDE

Rádio 100 – Paulo Câmara responde a perguntas dos ouvintes

[jwplayer mediaid=”5700″]

[jwplayer mediaid=”5701″]

Tudo FM – Paulo Câmara fala sobre Botão do Pânico e outros assuntos

[jwplayer mediaid=”5547″]